Alex Strangelove - aposta de junho da Netflix - superou expectativas após A Barraca do Beijo

junho 11, 2018


Estou gostando dessa experiência de expandir o horizonte literário e falar também sobre filmes. Como a Netflix está sempre liberando coisas novas para nós, aqui estou eu pra falar sobre Alex Strangelove, estréia de Junho da Netflix e primeira comédia gay do streaming.

Nunca tinha visto filmes com essa temática. Estou com muita vontade de ver "Me Chame Pelo Seu Nome" e "Com Amor, Simon", mas como ainda não assisti nenhum dos dois e nem li os livros, Alex Strangelove foi o primeiro filme sobre descoberta de sexualidade e com temática gay que eu assisti.

Confesso que eu estava receosa com as produções originais da Netflix por causa da A Barraca do Beijo que, como eu expliquei na resenha (leia aqui), eu não gostei e não indico. Entretanto, achei o trailer bem divertido e decidi dar play. Já posso adiantar que foi melhor que Kissing Booth e alguns pontos foram tão legais que valem o comentário.

Nosso personagem principal, Alex, é o aluno perfeito, tem notas excelentes, é presidente do corpo estudantil e está aguardando as respostas das Universidades para o ano seguinte. Ele é aquele estilo nerd assumido, que pensa e repensa cada detalhe e surta quando as coisas não saem exatamente como planejado. Uma das coisas que eu achei mais legais foi a interpretação do ator. Ele faz transparecer com muita naturalidade todas as características do personagem e isso torna o filme muito mais real.

Alex também tem uma namorada e o relacionamento deles é bem legal. Eles gravam vídeos juntos, vão para os bailes do colégio com fantasias temáticas e são melhores amigos antes de tudo. A única questão entre o relacionamento deles que ainda incomoda Alex é o fato de ele ainda ser virgem e, com o intuito de mudar esta realidade, ele marca um encontro com Claire, sua namorada.

Acontece que, como eu disse, Alex tem o costume de pensar demais nas coisas e começar a desesperar quando perde o controle da situação. Atrelado a isso, ele vai com os amigos e Claire numa festa e conhece Elliott, um garoto gay, muito firme em suas convicções e estilo de vida e, pela cena, parece que Elliott gostou de Alex imediatamente.

Dito isto, o enredo do filme vai girar em torno do conflito de Alex a respeito de sua sexualidade. O fato de evidentemente amar Claire, mas sentir algo por Elliot deixa a cabeça de Alex muito confusa. Claro que, sendo uma comédia, o momento pelo qual ele está passando é retratado de forma muito leve e, algumas vezes, engraçada. Alex quer estudar para ser um biólogo marinho e, parte da diversão do filme, tem a ver com as comparações entre seres humanos e os animais que ele estuda.

Outro ponto legal do filme e um dos melhores na minha opinião é a escolha dos personagens clássicos do colégio, sabe? Temos a garota popular e ela é asiática, os atletas não são aqueles idênticos a todos os filmes, os amigos do Alex não tem aquela aparência que eu comentei na resenha de A Barraca do Beijo, não parecem ter acabado de sair da capa de uma revista. Todos são adolescentes normais, alguns representam minorias, todos são bonitos da sua forma e não por um padrão cinematográfico que já deveria ter sido superado. Tudo isso é muito legal de se ver! 

Para finalizar e, claro, sem contar o final (que é bem previsível, mas isso a gente já espera de filmes assim), a Claire dá uma super lição de maturidade e altruísmo ao ignorar os seus próprios sentimentos para ver a felicidade de uma pessoa que ela ama

Claro que nem tudo é tão legal. Alguns diálogos, principalmente de amigos do Alex, são extremamente contraditórios. Ao mesmo tempo em que o filme deseja passar esse caráter inclusivo, temos sempre velhos comentários que transmitem exatamente o oposto. Não chega nem perto do fiasco que foi A Barraca do Beijo, mas também não passa despercebido pelo senso crítico.

No geral, achei um filme divertido, tratou o tema de forma bastante leve, trabalhou bem as referências à cultura nerd, músicas, filmes, atualidades. Também gostei bastante da quebra de estereótipos do clássico high school dos filmes e a atuação dos personagens principais foi algo bacana de presenciar, o Alex e a Claire, principalmente, incorporaram de forma bem interessante. Se você gosta do tema e desse estilo de história, Alex Strangelove é um ótimo filme para você se divertir!

Créditos: imagem.

Posts relacionados

0 comentários