Para falar de Concursos, vamos ter que falar de paixões (e você vai ter que olhar pra dentro)

fevereiro 03, 2018


Se você deseja viver a vida que sempre sonhou, deve saber que vai ficar feio antes de ficar bonito. É como diz a frase: é sempre mais escuro antes de amanhecer! Significa dizer que o caminho até a realização dos seus sonhos vai ser tortuoso, incerto, longo, mas que vai valer a pena.

O que faz você continuar trilhando o caminho para o sucesso mesmo após enfrentar tantas dificuldades? São as suas paixões e esse é o tema do post de hoje!

Para muitos, viver a vida dos sonhos é ter estabilidade financeira, um trabalho legal e ter tempo para sua família. A gente sabe que muitos de nós visualizam tudo isso em um cargo público. E, como em todo caminho trilhado para alcançar os tão almejados sonhos, o primeiro passo é encontrar suas paixões, porque elas vão te motivar e te ajudar a permanecer na caminhada.

Lógico que já é bastante motivador você estar no caminho para viver a vida dos seus sonhos. Entretanto, como já conversamos, a jornada do concurseiro é solitária, incompreendida e bem difícil. Por isso, olhar para o seu interior e relembrar todos os motivos que te fizeram insistir até aquele ponto vai ser algo que você vai precisar fazer para que a resiliência se efetive.

Por isso, antes de entrar nessa jornada, aconselho que, como primeiríssimo passo, você tire um tempo pra pensar no porquê de você fazer aquilo, no que te inspira e motiva, em com quem você quer compartilhar os seus sucessos. Olha pro seu interior, olha pra suas paixões, defina-as bem na sua mente porque, confia em mim, você vai precisar.

E pra você acreditar mesmo no que eu estou falando, vou te contar como eu descobri isso. É um relato muito pessoal, mas eu espero que te ajude!

Eu terminei a faculdade de direito em dezembro de 2016. Em Março de 2017 minha mãe adoeceu e a gente não conseguia descobrir o que era, cada médico falava uma coisa e ninguém chegava a um diagnóstico. Acontece que eu estava trabalhando em Salvador-BA e meus pais moram em Cataguases-MG.

Não poder estar perto me trouxe uma tristeza imensa e, após 3 longos meses, eu e meus pais decidimos juntos que seria melhor eu retornar para Minas Gerais para acompanhar minha mãe nos médicos e dar o apoio emocional que ela precisava. Larguei TUDO em Salvador e voltei correndo pra casa no início de junho de 2017. 

Descobri que as dificuldades estavam só começando!

Logo na primeira semana meu pai passou por um problema no trabalho que afetou direta e imediatamente as nossas finanças. Como eu não estava trabalhando, eu não podia ajudar com dinheiro. Apesar de o apoio emocional e a presença ser importante, naquele momento meus pais precisavam de um apoio financeiro e me angustiou profundamente não poder ajudá-los.

Fiquei com meus pais em Junho e Julho de 2017 e nesse período tivemos bastante ajuda não só em orações, como também no apoio necessário concedido por família e amigos. Minhas mãe foi nos médicos que precisava e está bem melhor hoje.

Entretanto, após dois meses pensando, percebi que, mais do que nunca, eu realmente precisava de estabilidade pra mim e pra minha família e ainda me realizar profissionalmente. Concluí que isso seria possível através de Concursos Público que, inclusive, já era um sonho antigo que eu tinha deixado adormecer.

Acreditem se quiser, comecei a estudar em 01 de Agosto de 2017 e nesse mesmo dia eu comecei o meu instagram de estudos (@estudosdakarol) e me inscrevi pra uma prova lá de Minas Gerais que seria realizada no final de Setembro (edital aberto e pouquíssimo tempo, eu sei).

Além da imensa vontade de ser aprovada em um concurso, eu tinha novas motivações agora, as minhas paixões. Dentre elas estava a vontade de ajudar meus pais, a vontade de morar pertinho deles mais uma vez e passar muito tempo ao lado da minha família.

Eu estudei como se não houvesse amanhã. Horas e horas de bunda na cadeira. E eu vou te dizer que cada segundo que eu pensava em parar ou desistir, eu olhava pra dentro e pensava nas paixões que estavam me fazendo seguir naquele caminho.

Essa não é uma história sobre aprovação, sobre riqueza nem pra dizer que eu realizei os meus sonhos. Longe disso! Tô tão na caminhada quanto você. Estou te contando essa história pra falar que se você tiver algo mais grandioso que você - amor pela família, no meu caso - te motivando, vai ser mais fácil se tornar resiliente!

Eu acredito em tornar os dias mais fáceis, tornar o caminho mais maleável e a jornada mais tranquila. É por isso que eu te escrevi esse texto. Queria te dizer que sempre temos sentimentos nobres, amores imensos e pessoas queridas. Ver a sua própria felicidade e das pessoas que você ama pode ser uma arma muito poderosa a seu favor. Você pode usar QUALQUER outra paixão, outro motivo, desde que te ajude a ficar firme na ideia de nunca desistir. 


Posts relacionados

0 comentários