12 livros para 2018

janeiro 28, 2018


Existem alguns costumes entre as pessoas que falam de livros na internet que são muito legais. Elas fazem maratonas literárias de 24h, de verão, de inverno. Elas também fazem leitura conjunta, respondem TAG's sobre livros e organizam projetos de leituras. 

Enquanto eu estava do lado de lá, de quem assistia, mas não criava conteúdo literário na internet, eu achava tudo isso incrível e tinha muita vontade de fazer. O legal de estar do outro lado agora, o lado da criação e entretenimento para leitores, é que eu posso fazer essas coisas também!

A Maratona Literária de 24h eu já fiz e achei incrível! Outra coisa que eu tinha vontade de fazer era o Projeto 12 livros para o ano seguinte, em que você faz uma TBR (to be read) anual e estipula qual livro será lido em cada mês. Vi que a Tati do Tiny Little Things (musa dos livros) faz todo ano essa lista e segue direitinho.

Por isso, escolhi 12 livros que sempre quis ler, reler ou terminar de ler. Procurei repetir autores que me impressionaram muito no ano passado, então teremos livro de Kafka, Ian McEwan, George Orwell, Gabriel García Márquez. Além disso, coloquei títulos muito conhecidos e aclamados na literatura mundial e estou muito ansiosa pra falar sobre a razão pela qual eu escolhi cada um deles. Então, vamos lá!

Em JANEIRO, li A Insustentável Leveza do Ser!

Esse já foi lido e conversaremos melhor sobre ele na semana que vem.

De qualquer forma, esse livro foi escolhido pela carga filosófica que eu sabia que ele tinha. Isso foi o que me interessou logo de cara. Kundera já começa o livro explicando em palavras agradáveis o que seria o Eterno Retorno proposto por Nietzsche e eu queria muito descobrir como o autor conseguiria colocar tanto da filosofia dentro da história de quatro personagens e fazer com que isso funcionasse. E eu descobri e foi incrível! Conversaremos melhor depois sobre ele. Já posso adiantar o seguinte: LEIAM!

Em FEVEREIRO, lerei As Vinhas da Ira!

Minha vontade de ler Steinbeck vem lá da adolescência, da época em que eu assistia One Tree Hill e via o personagem principal, Lucas Scott, citar algumas frases do autor. Recentemente, a Ju do Nuvem Literária leu essa obra e se tornou um dos livros preferidos dela, o que me incentivou a realizar o desejo antigo de ler Steinbeck.

Além disso, já ouvi algumas comparações entre As Vinhas da Ira e Vidas Secas pela questão da luta pela sobrevivência, luta de classes, problemática da fome, dos retirantes, cada um ambientado em seu cenário particular, mas capazes de permitir a discussão das mesmas temáticas. É o tipo de livro que possibilita a análise da natureza humana sob a sua forma mais primitiva e diante de situações de precariedade. Precisa ser lido e de fevereiro não passa.

Em MARÇO, lerei O Amor nos Tempos do Cólera!

Também tenho vontade de ler esse livro há algum tempo. Na verdade, só de ser um romance escrito por Gabo, já seria motivo suficiente para ter vontade de ler. Acontece que esse desejo vem lá da minha infância quando assisti ao filme Serendipity e a mocinha coloca o telefone dela num exemplar desse livro, vende num sebo e diz ao rapaz que se esse livro retornar para ele, ele deveria ligar para ela porque seria um sinal do destino. Lá com os meus 10 anos de idade e já apaixonada por romances, tive vontade de ler o livro.

Claro que, diferente daquela época, hoje entendo a representação das obras de Gabriel García Márquez para a literatura mundial e desse gênero tão dele, tão latino que é o realismo mágico. Li outras obras dele e sei como são magníficas! Hoje tenho vontade de ler por todos os motivos adultos e ainda pelos motivos de criança.

Em ABRIL, lerei Peter Pan!

Mais um desejo de criança! Já tinha muita vontade de ler e depois que vi um vídeo em que a Ariel Bisset fala que precisou ler Peter Pan na faculdade de Literatura Inglesa e achou magnífico, essa vontade só aumentou. Finalmente, chegou a hora!

Em MAIO, lerei Na Pior em Paris e Londres!

Esse será o George Orwell do ano. Depois de ter conhecido a escrita do autor em 2017, não posso ficar sem ler pelo menos um livro dele no ano. Comprei esse exemplar no meu aniversário do ano passado e ainda não li. Já passou da hora. Ele é repleto de ensaios que Orwell escreveu enquanto passou por maus bocados em Paris e em Londres. Estou ansiosa!

Em JUNHO, lerei A Arte da Guerra!

Este, como todo mundo deve saber, é um tratado militar e cada capítulo fala sobre uma estratégia de guerra. Além de ser uma obra conhecida mundialmente, este livro é considerado leitura obrigatória para todos que pretendem aprender sobre liderança, sobre ultrapassar obstáculos e vencer desafios. Por tudo isso, sempre fui muito curiosa a respeito de seu conteúdo. Então, chegou a hora de matar a curiosidade!

Em JULHO, lerei Reparação!

Li meu primeiro livro do Ian McEwan no ano passado e fiquei completamente encantada com a capacidade de escrita e criação deste autor. Pesquisando, descobri que Reparação era um livro mais antigo dele e que fez muito sucesso por envolver uma adolescente com ambições de ser escritora e, por sua mente fértil e experiência nenhuma de vida, acusa injustamente seu irmão de criação e destrói a vida dele. Ouvi maravilhas sobre essa obra, no sentido de ser uma trama muito completa e instigante. Chega logo, Julho!

Em AGOSTO, lerei Memórias Póstumas de Brás Cubas!

Uma pessoa precisa de justificativa pra ler Machado? Tenho certeza que não! Gente, essa obra faz parte de um projeto e desejo meu de ler livros com narradores peculiares. Sabemos sobre a importância desse livro para a literatura nacional e também sabemos que ele é narrado por uma pessoa que já morreu. Double check! Sem contar que eu nunca consegui terminar de ler essa obra. Vergonhoso, eu sei. Mas agora vai!

Em SETEMBRO, lerei Admirável Mundo Novo!

Sou uma grande fã de distopias. Adoro o gênero, as reflexões que obras dessa natureza nos trazem, amo como elas são atemporais e, muito embora descrevam um governo ou sistema que não existe, se enquadra perfeitamente em muitos que conhecemos na realidade. Além disso, são livros que nos permitem uma análise filosófica, sociológica, política muito completa e profunda. Dizem que Admirável Mundo Novo representa tudo isso. Não vejo a hora de ler!

Em OUTUBRO, lerei Tragédias de Shakespeare!

Comprei essa preciosidade no sebo e ele reúne Romeu e Julieta, Macbeth, Hamlet, o Príncipe da Dinamarca e Otelo, o Mouro de Veneza, tragédias escritas pelo maior dramaturgo dos tempos modernos. Vai ter surra de Shakespeare nesse blog, minha gente. Quem quiser me acompanhar nessa jornada em Outubro, está convidado!

Em NOVEMBRO, lerei O Processo!

Este será o Kafka do ano, queridos. Não poderia faltar Kafka nesse 2018 de maneira alguma, principalmente sendo esta obra que eu comecei a ler algum tempo atrás e nunca finalizei. Como boa praticante da área jurídica, eu já deveria ter lido, mas também acredito em maturidade para ler certas obras e, provavelmente, eu não tinha o suficiente quando tentei pela primeira vez. Em 2018, alguns anos depois, tenho certeza que essa leitura servirá como luva na minha experiência pessoal e profissional, afinal Kafka sempre traz algo essencial à natureza humana.

Em DEZEMBRO, lerei O Conde de Monte Cristo!

E então, fecharemos o ano com esse calhamaço, esse novelão que com certeza me trará muita felicidade. Minha experiência lendo Dumas vem de longas datas, desde os meus 8 anos de idade. Nunca consegui concluir a leitura dessa obra, mas sou apaixonada pela premissa que conheço por causa do cinema. Não vejo a hora de voltar a ler Dumas e me deliciar com essa escrita e trama incríveis.

Esses foram os livros escolhidos, pessoal. Eu tirei foto de cada um deles pra postar e aguardei carregar mais de 24h, mas infelizmente não consegui. Espero que, ainda assim, vocês tenham gostado do post. Me conta nos comentários se vocês gostaram da lista, já conhecem, leram ou tem vontade de ler alguns desses livros. Beijos no coração!


Posts relacionados

2 comentários

  1. Oi Karol!
    Caramba,só livros clássicos,parabéns!
    Sou louco pra ler algo do Gabriel Garcia.
    O Conde de Monte Cristo minha amiga vive falando que é sensacional,sempre me estimulando a ler,mas até agora nada kkkkkkkkk
    Boa sorte com as leituras!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Pois é, quero engatar na leitura dos clássicos esse ano. Anima aí de ler Gabo e o conde!!! Kkkkk

      Excluir