Image Map

domingo, 1 de fevereiro de 2015

Música - Querido John (Mayer) e Eu


Já escrevi alguns textos aqui no blog e a maioria deles é sobre amor. Esse post é para a categoria Música, mas pode ser facilmente considerado um tratado sincero sobre amor, já que falar do John pra mim tem perfeita adequação ao tema. Não se trata de uma simples indicação musical, na verdade é um convite para ter sua alma elevada e seu ser integrado nas mais perfeitas composições musicais que já tive chance de escutar. Também é um convite para conhecer o que originalidade e entrega significam quando colocadas em notas musicais. É um post sobre o meu cantor e compositor preferido no mundo inteiro e sobre a minha história com ele.


Não sou a fã mais antiga do John, mas acho que eu o conheci no momento certo pra mim. Levo muito a sério o fato de ter maturidade para conhecer algo. Já tiveram filmes que não compreendi e músicas que não senti por não ter maturidade suficiente. Mas com ele foi diferente. Em 2010 eu escutei "Neon" e "Your Body Is a Wonderland" e nunca mais fui a mesma em questão de gostos musicais. As pessoas falam que são bem ecléticas, mas eu nunca falei isso sobre mim, porque sempre fui seleta no que diz respeito às minhas preferências. Todavia, mesmo sendo seleta, não tinha um cantor preferido até ouvir o John. Quando escutei as primeiras notas da música eu tive certeza! Cada letra que eu lia e a cada nota despertava algum tipo de emoção em mim. E música tem que ser assim, se não despertar sentimento, ela perde sua função essencial.

No dia do aniversário do John eu postei uma foto dele no meu Instagram e disse como talento é algo que encanta. E é verdade, porque toda vez que vejo alguém fazendo algo com maestria fico abismada. Outro dia estava no carro e quando paramos no semáforo, um rapaz sem o braço começou a fazer embaixadinha com um objeto que não me lembro qual era, mas de qualquer forma era muito menor que uma bola de futebol. Tive que deixar minha moedinha lá com ele! O que quero dizer com isso é que sempre fui acostumada, desde pequena, a admirar a dedicação exigida para fazer algo com perfeição. Venho de uma família de músicos incríveis e estudei música, toco piano e canto. Tenho intimidade com o assunto para falar que o John é o artista mais incrível da atualidade. Com respeito à opinião de todos, não tenho receio nenhum ao fazer essa afirmação. Para ser um músico único, é necessário extrema originalidade, além do talento, é claro. E a cada CD do John, fica comprovada a tonelada de talento que ele tem, as peculiaridades de suas composições, o conforto de sua voz e a profundidade de seus sentimentos. 

Sou do tipo que encoraja todo tipo de amor, penso que toda forma de amar é válida. O fato de encontrarmos amor em diversas coisas é um presente pra humanidade, tenho certeza disso. Muitos encontram amor no contato com a natureza, outros em seus animais de estimação, a maioria encontra amor em outras pessoas e essa modalidade é incrível. No entanto, acontece também de amarmos pessoas que não conhecemos e que provavelmente nunca conheceremos. É uma forma louvável porque você sabe que não será retribuído de forma direta, mas dá espaço ao sentimento ainda assim e esse é o amor de fã! Mas vamos aos CDs e músicas agora!

Decidi fazer uma coisa extremamente difícil pra mim: indicar uma música de cada CD ao invés de algumas músicas sem considerar o álbum ao qual elas pertencem. Resolvi separar assim porque uma característica do John é sua capacidade de cobrir diversos estilos de música. Então vocês perceberão que a cada CD, ele nos introduz a um estilo específico. Isso é incrível porque mostra uma capacidade incrível de adequação e muita diversidade. Vou fazer como das outras vezes, ou seja, citarei umas partes de cada canção pra deixar vocês curiosos!

1) Inside Wants Out

EP lançado em 1999 pela Sony Music, composto por 8 faixas. As músicas desse EP foram uma das primeiras que ouvi, ele utiliza muito o violão e características pop rock na composição. De "Inside Wants Out" eu escolhi a música "Comfortable". Trecho preferido: "Eu amava você de calça de moletom cinza, sem maquiagem, tão perfeita. Nosso amor era confortável e tão a vontade".



2) Room for Squares

Álbum lançado em 2001 que consta com algumas faixas do EP que eu citei anteriormente, mas também tem novas faixas. Da transição do EP para o CD e sendo o "Room for Squares" seu álbum de estréia, há um amadurecimento na produção e nas composições (essa é a minha opinião enquanto ouvinte, gente). Eu estou sofrendo muito pra escolher uma música só. Aos que conhecem esse álbum, não queiram me engolir, mas eu tive que escolher "St. Patrick's Day" porque tenho uma relação com essa música que eu não sei explicar. Trecho preferido: "No escuro, no telefone, você me diz o nome de seus irmãos e sua cores preferidas. Estou aprendendo sobre você. E quando nevar novamente nós caminharemos na rua e procuraremos no céu como crianças fazem. De maneira nenhuma Novembro verá nosso adeus, quando chegar Dezembro é obvio porque ninguém quer passar o natal sozinho. Chega Janeiro, estamos congelando por dentro, fazendo resoluções centenas de vezes. Em Fevereiro, você quer ser minha namorada? E nós dois estaremos seguros até o dia de St. Patrick".



3) Any Given Thursday

O álbum é de 2002 e tem 15 faixas. Algumas delas são das obras anteriores também, mas aqui temos mais guitarra, mais solos e eu amo esse fator. São muitas faixas e eu fico completamente dividida entre qual escolher, mas devo admitir que "Covered in Rain" tem a dose certa de romantismo, mas também é meio sexy o jeito como a melodia é construída com os solos que ele adiciona. Trecho preferido: "Ela coloca suas mãos quietas nas minhas, porque ela é a coisa mais preciosa que eu tenho quando estou coberto pela chuva".



4) Heavier Things

Esse CD é muito especial, gente. É de 2003 e tem 10 faixas fantásticas que estão me deixando confusa sobre qual escolher. Eu sei que já falei isso mil vezes. Vou escolher "Split Screen Sadness" porque estou ouvindo muito esses dias, mas escutem o CD todo!!! Não tô conseguindo nem escolher um trecho de tão perfeita que essa música é. Trecho preferido: "Então eu vou checar a previsão do tempo de onde você estiver, porque eu quero saber se você pode ver as estrelas essa noite. Pode ser meu único direito".



5) As/IS

De 2004 e com 15 faixas, o CD tem muitas músicas já conhecidas dos CD's anteriores. Como eu não escolhi Come Back to Bed no CD anterior, vou escolher agora. Amo essa música, porque ela é de um romantismo sensacional. É super sexy também e tem o melhor ritmo do mundo! Trecho preferido: "Você pode estar brava pela manhã, eu retiro tudo que disse, só não me deixe sozinho, está frio, baby. Volte pra cama".



6) Try!

É de 2005, tem 11 faixas e muita personalidade. "Try!" é um álbum forte, sabe? Se ele fosse uma pessoa, seria daquelas que se impõem e sabem quem são e o que querem. Deu pra entender? Foi a única forma que consegui de explicar o impacto do álbum! Tive que escolher "Gravity", porque o efeito que ela tem em mim não é desse mundo. Desde os primeiros segundos ela me leva pra outro espaço, esvazia minha mente. Trecho preferido: "Só me mantenha onde exista luz".



7) Continuum

O álbum que eu não consigo explicar! Ele é de 2006 e é de uma originalidade que me abisma toda vez que eu escuto. Parece que o John tinha muita certeza do que ele queria fazer nesse álbum porque ele me transmite exatamente isso: convicção. Tenho que escolher "Slow Dancing In a Burning Room", porque nunca ouvi uma música que me relacionasse a fim de relacionamento de forma tão artística quanto essa. Apesar disso, peço que escutem o álbum inteiro! Trecho preferido: "Este é o último suspiro profundo deste amor no qual estávamos trabalhando. Parece que não consigo abraçá-la como quero para senti-la em meus braços. Ninguém virá te salvar, já demos muitos alarmes falsos".



8) Where The Light Is

Uma palavra que define: LINDO. Esse CD é muito lindo. Desde os covers, até as versões das músicas dos outros CD's, está tudo perfeitamente reproduzido em "Where The Light Is". De 2008 e com 22 faixas, tive que escolher "In Your Atmosphere" por motivos de amor!!! Que música linda, gente. Hoje eu vim de viagem da minha casa em Salvador para a casa de meus pais no interior e esse música embalou boa parte do percurso. Trecho preferido: "Eu vou para longe, desaparecer da sua atmosfera. Eu vou para longe porque eu morreria se te visse, morreria se não te visse lá. Então eu acho que não vou mais para LA".


9) Battle Studies

Todos que já me perguntaram qual CD deveriam ouvir do John primeiro eu digo "Battle Studies". Por muito tempo disse que era o meu álbum preferido. É um CD sobre amor, sobre sentimentos, puramente romântico. Mas também tem músicas sobre ser adulto, sobre estar feliz sozinho. Costumo dizer que é um CD completo e o meu está quase furado de tanto escutar. É quase impossível escolher uma música dele, mas como a primeira faixa sempre me toca muito, tive que escolher: "Heartbreak Warfare". Trecho preferido: "Não me importo se não dormirmos nada essa noite, vamos apenas resolver tudo isso agora. Eu juro por Deus que vamos fazer direito, se você abaixar suas armas".



10) Born and Raised

Álbum de 2012 que eu ganhei no dia dos namorados! Posso dizer que pra mim é um álbum sobre superação. Não é sobre amor, é sobre se descobrir sendo uma versão melhor de si. É a impressão que ele me passa. E apesar de amar todas as músicas, tenho que dizer que "A Face to Call Home" é quase uma tatuagem pra mim. Acho que ela e eu combinamos tão perfeitamente que nem sei explicar, ela me descreve. Trecho preferido: "Eu sou um arquiteto de dias que ainda não aconteceram. Não posso acreditar que um mês já se passou. Você conhece o meu coração, aquele que eu preenchi com riscos de lápis. Eu acho que eu posso ter ido e pintado você nele".



11) Paradise Valley

O álbum mais recente e o mais próximo dos sentimentos atuais do John. É uma verdadeira declaração do seu momento em forma de CD. Lembro ter escutado pela primeira vez de madrugada, pra não ser interrompida. Foi um momento incrível pra mim, porque consegui me encontrar em tantas músicas e tive que me controlar pra não escutar o tempo todo. Comprei o CD com meu primeiro salário e não tinha melhor forma de gastar meu dinheiro!!! Tenho que escolher "Waitin' On The Day", porque essa música é um oração. Apenas essa palavra define o significado dela. O que ele diz na música é o que eu espero pra minha vida também. Escuto a canção esperando por esses dias, por esse amor, por essas experiências. Trecho preferido: "Esperando pelo dia quando essas palavras estiverem na pedra, quando as crianças estiverem crescidas e nós vamos dançar. Você pode fazer isso, querida? Pode me amar até o fim? Você vai me amarrar apertado em pequenas mechas do paraíso? Você vai andar comigo antes que o dia termine? Estou esperado pelo dia".



Então esse é o post sobre o John! Eu sei que ficou bem grande, mas não dá pra falar dele e usar poucas palavras e meias reflexões. Quem já conhece o trabalho dele pode conhecer algumas das músicas em CDs diferentes dos que eu citei. Acontece que tem canções que aparecem em mais de um CD, como eu disse! Ainda assim, espero que todos tenham gostado e que quem não conhecia nada sobre ele, passe a gostar. Deixe o seu comentário pra eu saber o que você achou sobre o post! Seu comentário é muito importante pra mim!! Beijinhos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário